• Juninho Bil Olá! Eu sou o Juninho Bil, apaixonado por anime e mangá desde que nasci. Criei este site para fazer reviews de animes que eu curti e meus amigos também recomendam. Sinta-se à vontade para ler e deixar seus comentários! And Let's rock and roll galerinha!!!!!!

      Os Flintstones

      Os FlintstonesNos EUA, a maior parte dos desenhos animados da tevê aberta são exibidos aos sábados pela manhã. É o famoso “Saturday Morning”, horário em que as crianças estão livres das tarefas escolares (alguns médicos têm chamado a atenção dos pais, pois TV em excesso é um dos hábito que pode levar à obesidade infantil; isso explicar a crescente popularidade de produtos para emagrecer, como green coffee slim, dieta detox,  goji berry – as pessoas compram goji berry em cápsulas para ver se goji berry emagrece). No final dos anos 50 descobriu-se que muitos adultos também assistiam a desenhos animados e a Screen Gems – a distribuidora dos desenhos Hanna-Barbera – decidiu criar uma série animada só para os marmanjos. Esta nova produção seria oferecida às grandes redes de televisão americanas e exibida no horário-nobre (“Prime Time”), por volta das 20h.

      Os produtores William Hanna e Joseph Barbera decidiram que os protagonistas da nova animação deveriam ser pessoas de verdade e não animais, como haviam produzido até então (Jambo e Ruivão, Dom Pixote, Pepe Legal etc). O gênero seria a sitcom, que estava em alta naquela época com I Love Lucy, Papai Sabe Tudo e Honeymooners (1952/70), série estrelada por Jackie Gleason e Art Carney que que acabou inspirando a dupla. Inédita no Brasil, mostra o dia a dia de Ralph Kramer (Gleason), um motorista de ônibus gordo e ambicioso que necessita de sua esposa Alice (Audrey Meadows) para mantê-lo com “os pés no chão”. Seus vizinhos – e melhores amigos – são: Ed Norton (Carney), um rapaz deslumbrado, de raciocínio lento e com o coração muito generoso; sua compreensível esposa Trixie (Joyce Randolph).

      O século XVIII e a Roma antiga foram os ambientes cogitados para a ambientação da nova animação, mas “Idade da Pedra” acabou sendo escolhido. Produziu-se então dois “pilotos” com o nome “The Flagstones”, posteriormente alterado para “The Gladstones” e finalmente “The Flintstones”. Após ter sido recusado pelas redes CBS e NBC, fora aceito pela ABC. Como cada episódio custaria 65 mil Dólares, a emissora fechou contrato com dois patrocinadores: Miles Laboratories (vitaminas) e Reynolds Tobacco Company (cigarros Winston), que pediu que fosse produzido um comercial com os personagens fumando seus produtos.

      Em 30 de setembro de 1960, Os Flintstones estréia na rede ABC, entrando para a história como o primeiro desenho animado a ser exibido no período noturno, mais precisamente no “Prime Time”. Além disso, Os Flintstones também inovou o formato-padrão de desenhos curtos de sete minutos com animais protagonistas, apresentando histórias completas com meia-hora de duração. Logo em seguida, a Hanna-Barbera produziu Os Jetsons e Manda-Chuva, que apesar de não repetirem o sucesso de Os Flintstones, ajudaram a estabelecer a presença de desenhos animados no horário-nobre.

      Diferentemente dos outros estúdios, a Hanna-Barbera conseguia produzir seus desenhos com baixo custo, através de uma técnica limitada de animação. Por ela, os desenhos eram produzidos com movimentos reduzidos e simplificação dos traços dos personagens. Este método passou a ser o mais utilizado pelos estúdios nos anos 60, o que deslanchou a produção de desenhos animados. Em Os Flintstones, a produção foi um pouco mais caprichada que outros desenhos da Hanna-Barbera, por haver os grandes patrocinadores.

      Os Flintstones, série que tornou a Hanna-Barbera o maior estúdio de animação do mundo, é uma paródia à sociedade americana dos anos 60, época que o consumismo crescia muito. Diferente dos dias atuais, as mulheres eram donas-de-casa que cuidavam dos filhos e maridos.