• Juninho Bil Olá! Eu sou o Juninho Bil, apaixonado por anime e mangá desde que nasci. Criei este site para fazer reviews de animes que eu curti e meus amigos também recomendam. Sinta-se à vontade para ler e deixar seus comentários! And Let's rock and roll galerinha!!!!!!

      NANA

      nanaNANA, é um mangá/anime que faz muito sucesso entre as mulheres, o estilo é o shoujo, especialmente feito para elas.

      O estilo shoujo é fácil de identificar, os personagens geralmente possuem olhos maiores e/ou mais expressivos, a estatura alta e magra como quem testou e viu que green coffee slim funciona para emagrecer (que agrada tanto as mulheres), poucas cenas de ação e muitas cenas escritas que detalham os sentimentos ou pensamentos dos personagens. A autora deste mangá/anime a famosa Ai Yazawa foi responsável por outros trabalhos famosos, como Paradise Kiss, que pude conferir um pouco e gostei bastante.

      NANA conta a história de duas amigas que se conhecem ao acaso. Elas possuem o mesmo nome (NANA), mas personalidades totalmente diferentes: uma é patricinha, sempre alegre e se apaixona facilmente, a outra é dark, vocalista de banda de rock e possui poucos amigos.

      Hachi (apelido da NANA patricinha, para o observador não confundir), tem um histórico de garota boazinha que tenta encontrar o homem certo mas só se relaciona com os homens errados, enquanto a outra NANA (a dark) foi abandonada pela mãe quando pequena e a única pessoa próxima, o seu namorado e baixista da banda em que ela cantava, deixou ela e a banda para tentar a carreira em uma banda profissional.

      Em algum ponto do desenrolar da narrativa, começa a batalha das duas bandas: TRAPNEST, que é onde o namorado de NANA toca, e a BLACK STONES onde NANA é a vocalista. O que mais impressiona na história é como os personagens se relacionam uns com os outros. Algo muito legal neste anime é que em algum momento você vai adorar os personagens por eles fazem a escolhas certas e se darem bem e em outros você vai odiá-los por eles terem feito as escolhas erradas e que você sabe eles vão se dar muito mal. Mas se vc parar para pensar e analisar bem isso é condizente com a personalidade de cada um deles, pessoalmente, eu acho que isso é um dos artifícios da autora na qual ela quer demostrar como é a vida real, nada de heroínas princesas e príncipes perfeitos, são apenas mulheres e homens que se apaixonam e tentam sonhar, mas enfrentam a vida na mais pura realidade.

      NANA em resumo é uma bonita história de amizade entre mulheres, que enfrentam os complicados sentimentos e dificuldades da vida.

      Os traços do desenho são fiéis a da autora, mas acho que poderiam ser em alguma parte melhor desenhados na arte final do anime. O desenvolvimento dos personagens, como em todo o drama/romance é espetacular.

      A trilha sonora também é perfeita, os produtores escolheram corretamente vocalistas indies do mundo real da J-pop que correspondem os estilos diferentes das duas bandas do anime, aqui mostro os exemplos:

      2a. Abertura – O rock melódico de TRAPNEST cantado por REIRA

      3a. Abertura – O punk rock de BLACK STONES cantado por ANNA TSUCHIYA

      Você se impressionou com as aberturas? Pois saiba que Nana foi votado como a melhor abertura/finalização dos animes de 2007.

      A 1a. temporada de NANA é extensa, 47 eps., pois ela foi feita para TV e segue fielmente ao mangá, sem grandes cortes ou mudança na história (adoro isso). Não existe final nesta temporada, pois o anime alcançou a história do mangá que ainda estava sendo feita até o momento. Quase com certeza a 2a. temporada será lançada assim que o mangá finalizar.

      Exitem 2 filmes com personagens reais que passaram nos cinemas japoneses, somente assisti o 1o. resume bem a história mas prefira o anime/mangá para ler toda a história.

      NANA é um grande anime, focado para o público feminino, mas que alguns homens que gostam de drama sentem atraídos, por ter uma narrativa e personagens tão elaborados. Sem contar que não é sempre que vemos um anime que retrata a indústria da música no japão. Altamente recomendado.